Menu

Fortnite ou PUBG mobile: descubra a melhor versão para celulares

19 ABR 2018
19 de Abril de 2018
Fortnite e PlayerUnknown's Battlegrounds são dois jogos no estilo Battle Royale que já possuem versões para PC e consoles, mas que agora estão disponíveis também nos celulares. Com edições bem completas e experiência portátil de verdade, os dois saíram no Android e iOS – ainda que Fortnite só esteja disponível nas plataformas Apple, por enquanto. Saiba as principais diferenças, vantagens de um sobre o outro e mais detalhes sobre as versões mobile destes títulos de sobrevivência, a seguir:

Download
Tanto PUBG Mobile, quanto Fortnite são jogos pesados, mas há uma vantagem de um sobre o outro aqui. O download de Fortnite é apenas inicial e, quando você abre o jogo, ele realiza um outro adicional. Isso talvez frustre um pouco quem quer jogar logo, enquanto PUBG Mobile faz apenas a transferência normal e, quando o game é aberto, ele já funciona sem precisar esperar descarregar mais dados. Por algum motivo, o título parece mais otimizado e tem esta vantagem sobre seu concorrente.

PUBG Mobile (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Gráficos
Em termos gráficos, os dois jogos se equiparam, mais ou menos. A maior diferença entre eles, na verdade, é o design geral. Fortnite é um game mais voltado para o visual caricato de personagens, lembrando desenhos animados, com feições exageradamente diferentes de humanos normais.

Já em PUBG os gráficos lembram mais jogos de guerra clássicos, como Arma. Não podemos dizer qual tem o melhor gráfico, pois o estilo é bem distinto e vai do gosto de quem está jogando – se prefere um ou outro.

Fortnite (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Jogabilidade e controles
Os controles de PUBG Mobile são muito bem feitos e organizados. O jogo te permite correr automaticamente, selecionar armas de maneira mais clara, atirar ou mudar de posição, tudo de forma bem precisa e sem se atrapalhar. Os controles de Fortnite também são bons, mas um pouco mais bagunçados, com botões espalhados na tela de maneira menos organizada e um pouquinho mais confusa. Neste ponto, PUBG tem vantagem.

PUBG Mobile (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Performance no celular
Os dois jogos rodam muito bem! Apesar do download extra inicial de Fortnite, depois de instalado, os games se comportam de maneira igual, mesmo em celulares mais antigos – sem travamentos ou engasgadas que possam prejudicar sua performance. O que é muito bom, já que os dois são games que exigem isso, pois não podem te prejudicar com lentidões ou problemas técnicos. Estão muito bem otimizados.
Fortnite (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Personalizações
Assim como nos computadores e consoles, PUBG tem uma leve vantagem para a personalização do usuário. Os equipamentos que mudam o visual do personagem são muito mais variados e, ainda que tenham duração limitada, estão apresentados de maneira mais organizada. Em Fortnite a personalização também continua em alta, com roupas destrancáveis bem criativas, mas o sistema mais interessante, mesmo no mobile, fica com o concorrente.

PUBG Mobile (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Cenários
Os cenários dos dois jogos são muito bons e bem desenhados, então não há uma certa vantagem entre um ou outro. O diferencial de PUBG está em apenas parecer ter um ambiente maior e mais vasto. Contudo, a experiência não é prejudicada em Fortnite. Os dois games seguem divertidos neste aspecto, de forma igual ou bem próxima.

PUBG Mobile (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Plataformas e preço
Por enquanto, PUBG Mobile ganha na disponibilidade, já que foi lançado no iOS e Android. Fortnite está disponível apenas no iOS, mas a Epic Games já garantiu que a versão Android chega em breve – ainda que não tenha oferecido uma data específica para seu lançamento. Para quem não gostar de jogar no celular, vale lembrar, sempre, que os títulos também seguem disponíveis nos consoles e PC.

Fortnite (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Vale lembrar que, porém, no celular, PUBG é de graça, enquanto no Xbox One ou nos computadores ele é vendido. Já Fortnite é gratuito em todas as suas versões.

Fonte: TechTudo

Deixe seu comentário

Voltar
Tenha você também a sua rádio